News, interviews and quotes about Egídio 

Na verdade, é muito mais fácil entender o que o Ministério dos Combatentes vai fazer nos próximos 5 anos do que o Ministério da Juventude e Desportos

AFINAL, PARA QUE É QUE “CRIAMOS” O MINISTÉRIO DA JUVENTUDE? Esboço crítico sobre o sector da Juventude visto a partir do Plano Quinquenal do Governo 

Egídio Vaz é dos frequentes comentadores políticos da imprensa moçambicana, principalmente a STV, Canal de Moçambique, Sol, SAVANA e outros.

A nível internacional, foi assíduo comentador para o serviço de língua portuguesa da BBC até o seu encerramento. É presentemente um dos frequentes comentadores políticos da Voz da América e Deutsche Welle.
Abaixo vão algumas entrevistas por si concedidas a estes órgãos de informação.

Para o analista e historiador Egídio Vaz, uma das boas práticas na comunicação das organizações é o alinhamento e coordenação. 

Entrevista ao SAVANA em 20 de Fevereiro de 2015, comentando sobre a necessidade de coordenação entre os órgãos partidários da Frelimo e do Governo.

Independentemente de quem fosse assumir a candidatura à Presidência da República pela Frelimo há três palavras que devem cair do jargão político deste partido: retumbante, em relação à vitória; unanimidade, no que diz respeito aos consensos; e aglutinação, em relação ao candidato.

Entevista concedida a Revista angolana Africa 21. Baixa para ler as páginas 6-8.

Entrevista na DW: Jornalistas na Comissão Nacional de Eleições em MoçambiqueA Comissão Eleitoral de Moçambique (CNE) já está constituída e tem uma novidade: dois novos membros do grémio jornalistas. Quisemos saber do analista Egídio Vaz se fica assim garantida maior transparência.

Pré-candidatos da FRELIMO às presidenciais representam “inclusão” do centro e norte de Moçambique

O analista político Egídio Vaz explica como é que surgem os nomes dos atuais pré- candidatos: “São três pessoas que falam diariamente com o Presidente da República, um como primeiro-ministro, outro como o gestor de um processo político atual mais sensível e outro como ministro da Defesa, que por natureza deverá informar ao chefe de Estado sobre a situação da defesa a nível nacional nos dias de hoje.”

Entrevista a DW (trabalho de Nadia Issufo)

Detenção do presidente da Associação Médica de Moçambique foi ilegal,

Entrevista com Leonel Matias da radio DW

Nova Comissão defende liberdade de imprensa em Moçambique. 

Entrevista com Marta Barroso da Radio DW

A guerra dos 16 anos em Moçambique divide-se em dois períodos: o de ‘guerra de desestabilização’, com apoio externo, e o de ‘guerra civil’, em que os rebeldes tinham já uma agenda política própria.

O Partido Frelimo sempre comemorou duas datas. Portanto 03 de Fevereiro de 1977 como data da criação do Partido Frelimo e 25 de Junho de 1962 como a data da Fundação do Movimento nacionalista

Leia o texto e saiba um pouco mais da nossa historia politica

Grande Entrevista concedida ao Jornal Canal de Moçambique no dia 08 de Fevereiro de 2012.

Partido Frelimo não trouxe independência.

Reedição da Grande Entrevista, pulicada na Quinta, 16 Fevereiro de 2012

Partido Frelimo entrou na estratégia política da sobrevivênciaEgídio Vaz em Grande Entrevista ao Canalmoz e Canal de Moçambique

A democracia moçambicana vai-se consolidando com a entrada em acção de novos actores políticos na gestão do poder“-Entrevista concedida a Rádio Voz da América no dia 08 de Dezembro de 2011 a propósito da vitoria de Manuel de Araújo ao Município de Quelimane

Entrevista concedida a Voz da América a 27 de Outubro de 2011 A Renamo e o MDM têm um discurso muito conformista. A Frelimo necessita da Renamo para reafirmar a sua legitimidade no poder.

Frelimo e Renamo negoceiam em segredo para evitar manifestações: Dhlakama “é o único cidadão em Moçambique que diz claramente” que tem uma força armada “e nada lhe acontece”. Entrevista a Radio Voz da América no dia 11 de Agosto de 2011

Afeganistão: “Uma guerra que não corresponde aos objectivos estratégicos”- analista moçambicano: “Do ponto de vista de quem vive em África e num país do terceiro mundo podem ter várias leituras”, considera Egídio Raposo. Entrevista concedida a Radio Voz da América no dia 23 de Junho de 2011

Moçambique: Líderes da oposição “carregam os partidos às costas” – Egídio Raposo. Entrevista a Voz da America, do dia 28 de Abril de 2011

Egídio Vaz Raposo afirma que a Renamo tem capacidade para organizar manifestações, mas não parece estar a dar passos nesse sentido. Entrevista de Egidio Vaz a Voz da America no dia 27 de Abril de 2011

Revolta como a egípcia não seria possível em Moçambique.

Entrevista dada a Voz da America no dia 07 de Fevereiro de 201: Sociólogo moçambicano diz que levantamentos verificados no país tiveram objectivos limitados e não a mudança de regime.

Entrevista de Egídio Vaz na BBC sobre a descoberta do petróleo na Bacia de Rovuma

Filosofias à venda, nódoas e beirenses – O Governo de Guebuza em seis meses de serviço. Artigo publicado nas paginas centrais do Jornal SAVANA do dia 06 de Agosto de 2010

O Presidente Armando Guebuza prescinde de uma figura de maior carisma por um Primeiro-Ministro que será mais executor e mais acrítico da acção governativa

– Egídio Vaz, historiador e consultor em comunicação. In: Correio da Manhã, pág 3 de 20 de Janeiro de 2010

Comentários de Egídio Vaz acerca do novo Governo da República de Moçambique (18-20 de Janeiro de 2010)

Entrevista concedida ao Jornal Savana em Julho de 2007: Sobre a verdadeira idade do partido Frelimo.

Egídio Vaz apela a vigilância da sociedade civil com relação à maioria dos 2/3 da Frelimo. Noticia da TIM do dia 21 de Novembro de 2009

Noticia da TIM do dia 17 de Setembro de 2009: Bloguistas lamentam ausência do debate de programas.

A Frelimo conduziu outros partidos: Entrevista concedida ao Jornal SAVANA, acerca da Campanha eleitoral de 2009

Entrevista concedida a BBC aquando do nascimento do MDMLançado novo partido político em Moçambique.

Entrevista concedida da BBC: Apelos de ‘calma e ponderação’ a Dhlakama.

 Entrevista concedida ao Semanário SAVANA em 2007: Leis e decisões devem ser vinculativas a todos Estados Dos futuros Estados Unidos de África.

Baixe e escute as entrevistas concedidas a Rádio Deutsche Welle da Alemanha em relação ao processo eleitoral de 2009