E este ano, teremos a maior produção agrícola dos últimos 20 anos!

Foi com estas palavras (Moçambique está de volta) que o Presidente da República Filipe Nyusi abriu hoje, na cidade de Tete, o Fórum das Infra-estruturas.

Num dos mais raros discursos motivacionais, o Presidente mobilizou a comunidade empresarial nacional e internacional a investir naquilo que é o “dorso do desenvolvimento estratégico e sustentável do país”.

Para o Presidente Nyusi, “o tempo para apostar em Moçambique é agora”. E eu acrescento: ou aposta agora ou arrisca-se a ficar para a cauda da atenção nacional. Nyusi defendeu a sua tese sobre o “regresso de Moçambique” com exemplos: mencionou o recente lançamento do projecto de exploração do LNG de Palma (Cabo-delgado) bem como da inauguração da construção da estrada alcatroada ligando Lichinga a Cuamba, para além de tantos outros projectos; todos eles com alta comparticipação de agentes investidores externos. Tal audácia é, para o Presidente Nyusi, reveladora da confiança que entidades como Banco Mundial, Banco Africano do Desenvolvimento, Agência de cooperação japonesa; investidores como BP, Eni e tantos outras nutrem por Moçambique. E eu acrescento: só pelo facto de estas entidades não serem nossos familiares, ao decidirem investir em Moçambique, sinalizam a insofismável viabilidade do que país é.

Num outro desenvolvimento, o Presidente da República anunciou que a presente época agrícola poderá ser a mais produtiva dos ÚLTIMOS 20 ANOS.

Aos interessados em ler o discurso baixe-o